Weby shortcut
NOTICIA

PROCON Goiás autua postos de combustíveis com irregularidades

Fiscalização do PROCON já havia autuado quatro postos desde o dia 20 de maio e no dia 05 de junho mais uma vez foram encontradas irregularidades em um posto visitado.

São várias as infrações encontradas nos postos fiscalizados, entre elas: Exigência de valor mínimo para o pagamento em cartão; Venda casada; informação errada de bandeira; Diferenças de valor. Além da fiscalização ligada à venda do produto, o PROCON também tem fiscalizado a qualidade deste através do laboratório móvel de análise. Diante deste cenário, a intensa fiscalização chegou a mais um posto: Posto do Ecoposto.

Na manhã do último dia 05 de junho as oito bombas de combustível do posto foram averiguadas, nestas foram encontradas uma grave divergência: A litragem que chegava ao tanque dos veículos era maior do que a marcada pelas bombas. Segundo André Barão, gerente de fiscalização do PROCON, a cada 20 litros registrados na bomba, apenas 18 realmente caiam no tanque. O presidente do Sindiposto, Leandro Lisboa, falou em nome da instituição se mostrando favorável ao processo: "Nem sempre essas irregularidades ocorrem por má-fé, mas mesmo assim apoiamos a fiscalização. Mas também não interferimos nas práticas comerciais dos estabelecimentos."

O posto ECOposto foi autuado e será multado, o valor da multa varia de acordo com o faturamento do posto e com a gravidade da infração, as autuações são encaminhadas para a Delegacia de Defesa do Consumidor. Agora, o proprietário do posto deve fazer a manutenção dos equipamentos, regularizando-os e após isto ele poderá solicitar uma nova averiguação e, caso seja confirmada a regularidade, suas bombas serão liberadas. 

Categorias: Notícias Capa